Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

5 de novembro de 2013

Sorriso interior

"Quando: Sempre quando você estiver sentado sem nada para fazer.

Primeiro Passo: Respire pela Boca.

Relaxe o maxilar inferior e deixe sua boca ligeiramente aberta. Comece a respirar pela boca, mas não profundamente. Apenas deixe o corpo respirar assim isso fica mais e mais superficial. E quando você sentir que a respiração ficou bem superficial e sua boca aberta e mandíbula relaxada, todo seu corpo se sentirá bem relaxado.

Segundo Passo: Sinta um Sorriso.
Nesse momento, comece a sentir um sorriso – não na sua face, mas por todo seu ser – e você será capaz disso. Isso não é um sorriso que chega aos lábios; é um sorriso existencial que se espalha por dentro. Tente e você saberá o que é, porque isso não pode ser explicado.
Não há necessidade de sorrir com seus lábios na sua face, mas apenas como se você estivesse rindo a partir da barriga, a barriga está rindo.
E é um sorriso, não uma risada, então isso é bem suave, delicado, frágil – como uma pequena rosa se abrindo na barriga e a fragrância se espalhando por todo o corpo.

Uma vez que você conhece o que esse sorriso é, você pode permanecer feliz por vinte e quatro horas do dia. E sempre quando você sentir que está perdendo essa felicidade, basta fechar os olhos e pegar esse sorriso novamente, e ele estará lá. Durante o dia tantas vezes quanto você possa, você pode agarrá-lo. Ele está sempre lá."

Osho, em Osho.com

14 de outubro de 2013



“Arte revolucionária deve ser uma mágica capaz de enfeitiçar 
o homem a tal ponto que ele não mais suporte viver nesta realidade.” 
Glauber Rocha

O Poço


Cais, às vezes, afundas
em teu fosso de silêncio,
em teu abismo de orgulhosa cólera,
e mal consegues

voltar, trazendo restos
do que achaste
pelas profunduras da tua existência.

Meu amor, o que encontras
em teu poço fechado?
Algas, pântanos, rochas?
O que vês, de olhos cegos,
rancorosa e ferida?

Não acharás, amor,
no poço em que cais
o que na altura guardo para ti:
um ramo de jasmins todo orvalhado,
um beijo mais profundo que esse abismo.

Não me temas, não caias
de novo em teu rancor.
Sacode a minha palavra que te veio ferir
e deixa que ela voe pela janela aberta.
Ela voltará a ferir-me
sem que tu a dirijas,
porque foi carregada com um instante duro
e esse instante será desarmado em meu peito.

Radiosa me sorri
se minha boca fere.
Não sou um pastor doce
como em contos de fadas,
mas um lenhador que comparte contigo
terras, vento e espinhos das montanhas.

Dá-me amor, me sorri
e me ajuda a ser bom.
Não te firas em mim, seria inútil,
não me firas a mim porque te feres.

Pablo Neruda

28 de agosto de 2013

De Marie-Louise von Franz (O Gato)



(...) E foi com o pomo da discórdia lançado por Éris que compreendi o valor do conflito, o conflito da morte como causador da consciência. (...) Ela então atirou o pomo de ouro entre os convivas, com a inscrição: "À mais bela". Hera, Atena e Afrodite reclamaram a maçã ao mesmo tempo. (...) Nessa história, diferentes qualidades de feminilidade se tornam diferenciadas através da luta e, através da maçã, a consciência se torna um pouco mais clara.

DESPALAVRA





































"Hoje eu atingi o reino das imagens, o reino da
despalavra

...Que os poetas podem ser pré-coisas, pé-vermes,

podem ser pré-musgos.

Daqui vem que os poetas podem compreender

o mundo sem conceitos.

Que os poetas podem refazer o mundo por imagens,

Por eflúvios, por afetos"


Manuel de Barros

23 de agosto de 2013

Mulla Nasruddin sentou-se, resmungando, para beber; e um amigo lhe disse: 
“Você parece mal hoje, Mulla. O que houve?” Nasruddin disse: “Meu psicanalista disse que estou amando o 
meu guarda-chuva e que essa é a fonte dos meus problemas”. “Amando seu guarda-chuva?!” “É. Isso não é ridículo? Ora, eu gosto dele, eu respeito o 
meu guarda-chuva, gosto da companhia dele. Mas... amor?”

 
"A criação é ,antes de mais nada ,
a plena concentração de toda a natureza 
espiritual e física."

Stanislavski
"Que o seu intelecto seja puro e por inteiro, 
que sua vida seja simples, mais completa, 
que a sua humildade possa transcender seu espírito, 
e que sua harmonia reine por onde for, 
que voce se sinta cada vez mais dentro de si, 
que a luz do universo possa assim te restaurar 
e te reviver sempre, 
que assim seja."

Taaly Segatti

 
 
Quero casar com o que sou...
Dentro da mais profunda forma do querer...
Dentro de mim, em mim mesma!
Quero ser o ser no mais íntimo do ser...
No âmago da alma, quero olhar no mais súbido do pensamento!
No mais elevado de meu puro eu!

Taaly Segatti

17 de julho de 2013

andarilho...




Não posso ver a palavra andarilho que
eu não tenha vontade de dormir debaixo
de uma árvore.
Que eu não tenha vontade de olhar com
espanto, de novo, aquele homem do saco
a passar como um rei de andrajos nos
arruados de minha aldeia.
E tem mais: as andorinhas,
pelo que sei, consideram os andarilhos
Como árvore.
( Manoel de Barros)

FICA PROIBIDO

 
 É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,

Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos

Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,

Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,

Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,

Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se
desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,

Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,

Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,

Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.
(Alfredo Cuervo Barrero) 

13 de julho de 2013

A origem do mundo

A guerra civil da Espanha tinha terminado fazia poucos anos,
e a cruz e a espada reinavam sobre as ruínas da República.
Um dos vencidos,um operário anarquista,recém-saído da cadeia,procurava trabalho.Virava céu e terra,em vão.
Não havia trabalho para um comuna.Todo mundo fechava a cara,
sacudia os ombros ou virava as costas.Não se entendia com ninguém,
ninguém o escutava.O vinho era o único amigo que sobrava.
Pelas noites, na frente dos pratos vazios, suportava sem dizer nada, as 
queixas de sua esposa beata, mulher de missa diária, enquanto o filho, um menino pequeno, recitava o catecismo para ele ouvir.
Muito tempo depois, Josep Verdura, o filho daquele operário maldito me contou. Contou em Barcelona,quando cheguei ao exílio.
Contou: ele era um menino desesperado que queria salvar o pai da condenação eterna e aquele ateu, aquele teimoso, não entendia.
Mas papai - disse Josep chorando - se Deus não existe, quem fez o mundo?
-Bobo - disse o operário, cabisbaixo, quase segredando.Quem fez o mundo fomos nós, os pedreiros."
O livro dos abraços - Eduardo Galeano

2 de julho de 2013

O MENINO DAS ENCRUZILHADAS...


O Rabi Ioshua, filho de Hanina, disse:
"Certa vez uma criança arrebatou o melhor de mim...
Eu viajava e me encontrava diante de uma encruzilhada.
Vi então um menino e lhe perguntei qual seria o caminho para a cidade.
Ele respondeu: 'Este é o caminho curto e longo
e este o longo e curto'.
Tomei o curto e longo e logo deparei com obstáculos
intrasponíveis de jardins e pomares.
Ao retornar, reclamei:
'Meu filho, você não me disse que era o caminho curto?'
O menino então respondeu: 'Porém lhe disse que era longo'.
Na trilha da vida, a "mesmice" muitas vezes é o caminho curto, o mais simples,
e que tem custos mais elevados (longo).
Ir pelo caminho mais simples e mais curto é uma lei evolucionista.
Certamente os corpos se movem na direção mais imediata e curta.
Os galhos buscam a luz e o animal a água,
mas sua inteligência interna, sua alma,
está atenta a longas modificações.
A tentativa de sobrevivência acontece nos campos de batalha
do mundo curto e do mundo longo.
As chances de extinção dos que percorrem caminhos curtos,
que são longos, é muito grande.
As espécies sobreviventes são aquelas que souberam
fazer opções pelo longo caminho curto...
Em nosso dia-a-dia sabemos muito bem quais são os processos curtos e quais os longos.
Fazemos também nossas opções que optam pelo curto.
Mas nossos mecanismos de detectar se são "curtos longos"
ou "longos curtos" existem e sempre estão aí
para apontar novos inícios,
por exemplo, de relações de trabalho, amor ou amizade.
A coragem está em ouvir o menino das encruzilhadas.
Ele, com certeza alerta para ambas as possibilidades de caminho.
Não se assustem com as parábolas que falam de demônios dissimulados
nas encruzilhadas.
Os demônios das encruzilhadas querem sempre apontar
os caminhos mais "curtos".
Ninguém que alerte para o fato de que os "curtos podem ser longos"
e os "longos podem ser curtos", é da ordem demoniáca.
Afinal, as encruzilhadas são de grande importância.
Não são meras opções de acesso, mas de sobrevivência,
e o curto caminho longo pode não levar a lugar algum...
Se você estiver diante de uma encruzilhada,
lembre-se do menino e preste atenção para não ser seduzido
por um caminho curto...
Lembre-se de que a paz está primeiro com quem vem de longe...

(Nilton Bonder, A Alma Imoral, Rio de Janeiro, Rocco, 1998)

26 de junho de 2013

Sem juizo



"Aprender a ver, habituar os olhos à calma, à paciência,
ao deixar-que-as-coisas-se-aproximem-de-nós;
aprender a adiar o juízo, a rodear e a abarcar o
caso particular a partir de todos os lados."
Nietzsche ( Crepúsculo dos Ídolos )

Quintana


"Espalhe que o amor não é banal.
 E que, embora estejam distorcendo o sentido verdadeiro dele 
nos tempos modernos de hoje, ele existe e é o ingrediente 
mais importante da vida, a própria porção mágica da Felicidade".

Mario Quintana

A Deusa


Alimentar-se apenas imagens masculinas da divindade é ser desnutrido, faminto Reconhecemos as imagens sacras do Feminino e complexidade, riqueza e poder nutricional da energia feminina ... Buscamos imagens que afirmem que o amor que as mulheres recebem de mulheres, mãe, irmã, filha, amiga, companheira é tão profundo , digno e sustentador , quanto o amor simbolizado pelo pai, irmão, filho, marido. Ansiamos imagens que mostrem como algo autenticamente feminino o valor da criatividade, lealdade, confiança, flexibilidade, tenacidade, a capacidade de intuir claramente , a tendência à solidão e intensidade da paixão "
A Deusa-Christine Downing

Libertem a Mulher Forte


No instante em que pedimos por Ela,
Em que A vemos, conversamos com Ela, a amamos
Ela se levanta graciosa,
Contra todas as cordas que A prendem,
E elas se soltam,
Enquanto as estacas voam em todas as direções.
Com muito amor, alguma leveza e, sem dúvida, com um anseio profundo
Vamos também sentar-nos juntas,
Vamos arrebentar todas as cordas
Vamos fazer todas as estacas voar...
Libertando-nos ao libertar a Mulher Forte.

Clarissa Pinkola Estés - Libertem a Mulher Forte

29 de maio de 2013

é Capitu...


“ – É pecado sonhar?
– Não, Capitu. Nunca foi.
– Então por que essa divindade nos dá golpes tão fortes de realidade e parte nossos sonhos?
– Divindade não destrói sonhos, Capitu. Somos nós que ficamos esperando, ao invés de fazer acontecer.”
.
Machado de Assis.

13 de maio de 2013

um dia serei eu mesmo



" Eu sou vários. Há multidões em mim.
Na mesa de minha alma sentam-se muitos, e eu sou todos eles.
Há um velho, uma criança, um sábio, um tolo.
Você nunca saberá com quem está sentado ou quanto tempo
permanecerá com cada um de mim.
Mas prometo que, se nos sentarmos à mesa, nesse ritual sagrado
eu lhe entregarei ao menos um dos tantos que sou, e correrei os
riscos de estarmos juntos no mesmo plano.
Desde logo, evite ilusões: também tenho um lado mau, ruim,
que tento manter preso e que quando se solta me envergonha.
Não sou santo, nem exemplo, infelizmente.
Entre tantos, um dia me descubro, um dia serei eu mesmo,
definitivamente.
Como já foi dito: ouse conquistar a ti mesmo."

Nietzsche

"É chamado de espírito livre aquele que pensa de modo diverso do que se esperaria com base em sua procedência, seu meio, sua posição e fundação, ou com base nas opiniões que predominam em seu tempo.
Ele é a exceção, os espíritos cativos são a regra (...)."

Nietzsche

8 de maio de 2013

graça


 

Precisamos entender que existe apenas necessidade de sermos o que somos, que é suficiente, que não precisa haver esforço para agradar, se justificar, se defender..., já é o suficiente..., ser o que somos... para ter amor, para viver o amor, para dar e receber amor...Muitas vezes senti, quando estava com alguém, uma tensão gerada pela necessidade de obter aprovação, admiração..."amor" -- na minha concepção do momento...Quando estava sozinha, muitas vezes me via tentando me justificar interiormente, querendo ainda não perder o "amor"..., se eu não estiver "errada", se não for tão ruim, tão difícil, tão feia, tão...., tão..., ainda terei a chance de viver...o "amor"...Mas é fato que atraímos o que somos, não é? É fato também que somos AMOR...e é só aprender a silenciar as falas da nossa mente condicionada..."só"...rsrs e perceber o quanto é maravilhosa a nossa imperfeição e que amor é de graça..., amor é graça...
GCR

alma

 
"Oh alma,
você se preocupa demais.
Você já viu sua própria força.
Você já viu sua própria beleza.
Você já viu as suas asas douradas.
Por que se preocupar?
Você é, na verdade,
a alma, da alma, da alma. "

- Rumi

...

 
Chapeleiro: Sabe qual é a semelhança entre um corvo e uma escrivaninha?
Alice: Não, qual é?
Chapeleiro: Não faço a mínima ideia!

mulher


Eu estou me tornando a mulher
que eu queria ser
Com cinza nas têmporas
corpo brando, feliz, quebrado pela vida
com uma risada que conheceu a amargura
mas ainda assim a conseguiu superar,
Quem se sabe sobrevivente
E que sabe que pode lidar
com o que quer que venha
Estou me tornando uma
cesta profunda e gasta.
Eu estou me tornando a mulher
que tanto desejava,
Que ama maternalmente
com braços fortes e macios
A filha que cresceu
que cora com as surpresas
Estou me tornando luas cheias e
Amanhecer

A vejo chegando,
esta mulher que queria
Que se sabe abrangente,
auto-suficiente
Você sabe onde está indo
E viaja com paixão,
Que lembra que é valiosa e
ilimitada.
Que sabe que é abundante
e tem muito para dar.

Jayne Relaford Brown -

6 de maio de 2013

Caetano




Uns vão
Uns tão
Uns são
Uns dão
Uns não
Uns hão de
Uns pés
Uns mãos
Uns cabeça
Uns só coração

Caetano Veloso

3 de maio de 2013

a lei

 
'' A lei da mente é implacável.
O que você pensa, você cria.
O que você sente, você atrai.
O que você acredita,
torna-se realidade.''

Siddhartha Gautam Buddha

O ELEFANTE ACASALA DEVAGAR




O elefante, aquela besta enorme,
acasala devagar;
dá com a fêmea, e os dois quase dormem
ao aguardar
um quê de cortesia em seus grandes corações
tão lentos de inflamar
enquanto chafurdam nos aluviões
a beber, petiscar,
trombando em pânico pelas brenhas
da floresta com a manada,
ferram no sono por pausas ferrenhas,
acordam sem dizer nada.
Daí lentamente o enorme coração sem medo
enche-se de desejo
até a grande besta trepar, por fim, em segredo,
cobrindo-se de pejo.
Como esses paquidermes nada tem de tontos
já que, a sós, esperam até o fim
o momento em que a ceia está no ponto
de virar festim.
Eles não arranham ou acuam;
seu sangue abundante
move-se, mais e mais, como maré de lua
até se tocarem transbordantes.
- D.H. Lawrence; trad. Ruy Vasconcelos

graças...

 
Graças à vida que me deu tanto
Me deu o riso e me deu o pranto
Assim eu distinguo fortuna de quebranto
Os dois materiais que formam meu canto
E o canto de vocês que é o mesmo canto
E o canto de todos que é meu próprio canto

Graças à vida, graças à vida

1 de maio de 2013

Sentir



Não é o que você come, 
é como você se sente quando come.
 Não é  o que você diz, é como você se sente quando você diz .
 É o que você faz, é como você se sente quando você faz.
É apenas como você se sente.

eu sou o que sou..., não importa o que os outros pensem...


"Numa aldeia onde o grande mestre Zen Hakuin vivia, uma moça ficou grávida. O pai dela maltratou-a para saber o nome do amante dela e, finalmente, para escapar da punição, ela disse a ele que era Hakuin. O pai não disse mais nada, mas quando chegou a hora e a criança nasceu, ele imediatamente levou o bebê até Hakuin e o pôs a seus pés. “Parece que essa criança é seu filho,” ele disse, e depois descarregou insultos e seu desprezo na desonra que aquilo representava.
Hakuin apenas disse, Oh, é mesmo?” E pegou o bebê nos seus braços. Onde quer que ele fosse, ele levava o bebê, envolto nas mangas de seu quimono esfarrapado. Durante os dias chuvosos e noites tempestuosas ele saia para pedir leite nas casas vizinhas. Muitos de seus discípulos, considerando-o fracassado, se voltaram contra ele e o deixaram. E Hakuin não disse uma palavra.
Enquanto isso, a mãe achou que ela não podia suportar a agonia da separação de seu filho. Ela confessou o nome do verdadeiro pai, e o próprio pai dela foi até Hakuin e prostou-se diante dele, suplicando por perdão. Hakuin apenas disse, “Oh, é assim?”, e devolveu-lhe a criança.
Para o homem comum o que os outros dizem é muito importante, pois ele nada possui dele mesmo. Não importa o que pensam ser, não passam de opiniões das outras pessoas. Alguém disse: Você é bonito. Alguém disse: você é inteligente. E a pessoa vai acumulando todas essas opiniões..." ( Osho)
"Não importa o mundo louco, minha criança permanece sonhando ao por do sol!"
Ricardo Mira

27 de abril de 2013

poema

 
“Mas o que quer dizer este poema? - perguntou-me alarmada a boa senhora. E o que quer dizer uma nuvem? - respondi triunfante. Uma nuvem - disse ela - umas vezes quer dizer chuva, outras vezes bom tempo...”
[Mario Quintana]

Rumi




Na distância, você só vê a minha luz.
Se se aproximar, verá que eu sou você.
Rumi

22 de abril de 2013

egoísmo


O egoísmo não é amor por nós próprios, mas uma desvairada 
paixão por nós próprios.
Aristóteles

19 de abril de 2013

Especialmente para as mulheres

O seu corpo é seu...
Seu corpo foi maravilhosamente bem desenvolvido pela Mãe Natureza, para que você sinta prazer, crie, dance, acarinhe, cuide, pense se relacione, cure, trabalhe...
Seu corpo é vivo!
Seu corpo é único!
Seu corpo não é moeda de troca para o “amor” dos homens!
Seu corpo não é objeto para ser olhado, retalhado, amassado, exaurido, agulhado, malhado...por vaidade,desejo de poder do seu ego ou aprovação de quem, na realidade não se importa com quem você realmente é.
Seu corpo é delicado, expressivo, inteligente, sensível.
Olhe para ele: pele, calor, suavidade, percepção, sensualidade. Acarinhe seu corpo, seja boa para ele.
Cuide de você! Ande, sinta o vento em sua pele, entregue-se à um carinho sem deixar sua mente criticar seu corpo.
Seja grata pelo seu corpo, alimente-o bem, não lhe imponha venenos ou excessos.
Descanse, durma quanto tiver sono, coma quando tiver fome.
Use seus sentidos...Olhe para a beleza da vida. Sinta o carinho do vento.
Páre para sentir o cheiro das flores, o cheiro do mato, o cheiro das pessoas que você ama.
Seu corpo não é uma vitrine, você não está vendendo sua aparência!
Pare de parecer e seja!
GCR

18 de abril de 2013

amor...


























A morte põe fim a angústia da vida.
E, no entanto, a vida treme diante de morte...
Então treme um coração para amar,
como quem sentiu a ameaça de um fim.
Porque onde desperta o amor,
morre o ego, o déspota escuro.

Rumi

13 de abril de 2013

Mulher é boneca?



 "Pose pra fumar
Não vê?
Pose pra sentar
Não vê?
Menina usa saia
Bermuda é pra piá,
Piá sobe em árvore
Menina brinca de boneca
Piá pula no rio
Menina brinca de boneca
Piá dá cambalhota
Menina brinca de boneca
Homem é piá
Mulher é boneca?
Homem usa bermuda
Boneca pode quebrar,
Menina brinca de boneca
Piá faz cambalhota, sobe em árvore, pula no rio
Mulher usa saia
Homem pode fazer cambalhota, subir em árvore, pular no rio, sentar no chão,
Pose pra sentar
Não vê?
Chão não é pra sentar
Bermuda é pra piá
Mulher é boneca?
Boneca pode quebrar."
M.V.T.

12 de abril de 2013


Podiam muito bem ignorar
Em meu véu funerário, em meu vestido lunar.
Não sou feita de mel.
O que querem de mim?
Amanhã serei Deus, e vou soltá-las enfim.
A caixa é apenas temporária.
Sylvia Plath


Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram...
 Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim...

Clarice Linspector

8 de abril de 2013

O Tempo e as Jabuticabas

 
Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver
daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquela
menina que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ela
chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir
quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos.
Não participarei de conferências que estabelecem prazos fixos
para reverter a miséria do mundo. Não quero que me convidem
para eventos de um fim de semana com a proposta de abalar o milênio.
Já não tenho tempo para reuniões intermináveis para discutir estatutos, normas, procedimentos e regimentos internos.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas,
que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Não quero ver os ponteiros do relógio avançando em reuniões
de 'confrontação', onde 'tiramos fatos a limpo'.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: 'as pessoas
não debatem conteúdos, apenas os rótulos'.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a
essência, minha alma tem pressa...
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente
humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não
foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados,
e deseja tão somente andar ao lado do que é justo.
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse
amor absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo.'
O essencial faz a vida valer a pena.
Rubem Alves

Quintana



Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora,
deixando livre as duas bandas do laço. Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.
E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.
Então o amor e a amizade são isso...
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço.
(Excerto de Laço e abraço,Mário Quintana)

2 de abril de 2013



"Mágico também é o fato
de termos inventado Deus,
e que por milagre, Ele existe."
Clarice Lispector

1 de abril de 2013

Paradigmas



Um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula, em cujo centro
puseram uma escada e, sobre ela, um cacho de bananas. Quando um macaco
subia a escada para apanhar as bananas, os cientistas lançavam um
jato de água fria em todos. Depois de certo tempo, quando um macaco
ia subir a escada, os outros enchiam-no de pancadas. Passado mais algum
tempo, nenhum macaco subia mais a escada, apesar da tentação das
bananas. Então, os cientistas substituíram um dos cinco macacos.
A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo rapidamente
retirado pelos outros, que o surraram.
Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não mais subia a
escada. Um segundo foi substituído, e o mesmo ocorreu, tendo o
primeiro substituto participado, com entusiasmo, da surra ao novato. Um
terceiro foi trocado, e repetiu-se o fato. Um quarto e, finalmente, o
último dos veteranos foi substituído. Os cientistas ficaram, então, com um grupo de cinco macacos que,
mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam batendo naquele que
tentasse chegar às bananas. Se fosse possível perguntar a algum
deles porque batiam em quem tentasse subir a escada, com certeza a
resposta seria: "Não sei, as coisas sempre foram assim por
aqui..."

Jung

reza

"- (...) Você sabe rezar?
- O quê? perguntou ela em sobressalto.
- Não rezar o Padre-Nosso, mas pedir a si mesma, pedir o máximo a si
mesma?
- Não sei se sei, nunca tentei. Isto é um conselho? perguntou com ironia.
Ele se perturbou:
- Acho que foi. Esqueça o que eu disse"
( C.Lispector)

porque em pleno dia se morre



"De Ulisses ela aprendera a ter coragem de ter fé – muita coragem, fé em quê?
Na própria fé, que a fé pode ser um grande susto, pode significar cair no
abismo, Lóri tinha medo de cair no abismo e segurava-se numa das mãos de
Ulisses enquanto a outra mão de Ulisses empurrava-a para o abismo – em
breve ela teria que soltar a mão menos forte do que a que a empurrava, e cair,
a vida não é de se brincar porque em pleno dia se morre.
A mais premente necessidade de um ser humano era tornar-se um ser
humano" 
 Clarice Lispector

olhar...



O olho por onde eu vejo
Deus é o mesmo olho
por onde ele me vê
Angelus Silesius

29 de março de 2013

Clã do Sapo

O Clã dos Sapos é associados às águas. Quando você encontrar-se nesta posição poderá aprender mais sobre sua agilidade em todos os níveis do ser. Pode aprender sobre os poderes transformadores, rejuvenescedores e regeneradores do mais líquido dos elementos. A água aparentemente não tem formas, mas na realidade cria várias formas. A água dá muita vida. Sem o presente da água, a maior parte da vida que conhecemos na terra não poderia sobreviver. Quando você vivencia uma posição do Clã dos Sapos, pode aprender a respeito dos seus próprios aspectos doadores, sobre sua própria fluidez, sua habilidade de mudar constantemente, de se refrescar, de deixar o coração guiar a cabeça. Também poderá aprender sobre partes reflexivas do seu ser, as partes que podem espelhar tanto aspectos internos de sua natureza, como aspectos internos de outras pessoas. O Clã dos Sapos pode ensinar sobre aspectos limpadores de seu ser, tal como aqueles que permitem purgar-se de machucados passados, através da dádiva das lágrimas. Ensina também sobre a limpeza da terra.
Pessoas do Clá dos Sapos podem ir com facilidade à diferentes níveis de realidade. São empáticos. Tem um dom natural de tocar as emoções dos outros e sentir suas próprias emoções. Contudo, a profundidade e a força de suas emoções, às vezes é tão intensa que os assusta. Quando assustadas, as pessoas do Clã dos Sapos têm a tendência de se represarem. Quanto mais tempo elas se mantiverem represadas, mais medo elas têm de soltar as fortes emoções que estão sentindo. Elas podem criar um ciclo difícil até que a pessoa decide soltar-se, ou ir para uma outra posição na Roda que melhor lhe permita expressar seus sentimentos.
Pessoas que se encontram na posição do Clã dos Sapos, sentem uma especial proximidade com a Avó Lua, bem como com a água. O povo do Clã dos Sapos gosta de participar de Cerimônias da Lua. Também sentem enorme prazer em estar próximos das águas da terra. Algumas vezes, apenas pelo fato de beberem um copo de água, pode rejuvenescê-los. Sentar-se próximo a um riacho ou cachoeira pode tornar-se uma experiência quase religiosa.
Quando você estiver passando pelas posições do Clã dos Sapos, deve tomar cuidado para expressar os sentimentos que estiverem dentro de você. Na posição do Clã dos Sapos as pessoas, as vezes, tendem a, literalmente, reter muita água dentro de seus corpos. Quando for este o caso é uma indicação que eles estão danificando ou fixando-se tanto em uma coisa, a ponto de bloquearem o fluxo de tudo mais à sua volta.
Ir para o Clã dos Sapos é uma boa coisa a se fazer quando se está tendo dificuldades de sentir suas emoções ou conscientizando-se dos seus próprios aspectos reflexivos e parados. A posição do Clã dos Sapos o ajudará a se conscientizar da vida que borbulha dentro de você e de suas próprias habilidades psíquicas e intuitívas. Os poderes da posição do Clã dos Sapos são de mudanças lentas porém firmes, poderes de limpeza, os poderes da transformação. A sua dádiva é a de sentir profundamente e tornar-se consciente de sua conexão com a Lua. Quando as pessoas estão na posição do Clã dos Sapos podem trazer à tona dons de cura, especialmente para curar bloqueios emocionais.

totem animal


img
O totem animal associado à pedra do Círculo Central que honra o Elemento Água é o Sapo. Uma característica típica do sapo é a metamorfose de girino para sapo adulto. Nesse processo eles são como o elemento que reverenciam - água - que pode se transformar de vapor para líquido, de líquido para sólido, de névoa para chuva ou granízo, neve ou gelo. O sapo verde de pele escorregadia é característico por sua habilidade de saltar e pular, fugindo do perigo e do cativeiro. Também sua voz é distinta. Ele adora fazer serenatas a quem os escutar. Assim como o canto do pato "loon", o coaxar dos sapos também agita as pessoas. É incrível como um animal tão pequeno possua uma voz tão possante. Assim também acontece com a água. O Oceano é formado de muitas pequenas partículas que se agregaram.
O Sapo poderá ensiná-lo a respeito de transformação, comunicação, mistério, alegria, humor e evolução.

fonte ;  http://www.xamanismo.com.br/Roda/SubRoda1191072387006It005

27 de março de 2013

feminino























"Porque que é que à sombra das mulheres,
o infinito nos parece próximo?
Porque, junto delas, não existe tempo...
O amor é uma aparência para lá do tempo...”
E. Cioran

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON