Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

8 de maio de 2013

mulher


Eu estou me tornando a mulher
que eu queria ser
Com cinza nas têmporas
corpo brando, feliz, quebrado pela vida
com uma risada que conheceu a amargura
mas ainda assim a conseguiu superar,
Quem se sabe sobrevivente
E que sabe que pode lidar
com o que quer que venha
Estou me tornando uma
cesta profunda e gasta.
Eu estou me tornando a mulher
que tanto desejava,
Que ama maternalmente
com braços fortes e macios
A filha que cresceu
que cora com as surpresas
Estou me tornando luas cheias e
Amanhecer

A vejo chegando,
esta mulher que queria
Que se sabe abrangente,
auto-suficiente
Você sabe onde está indo
E viaja com paixão,
Que lembra que é valiosa e
ilimitada.
Que sabe que é abundante
e tem muito para dar.

Jayne Relaford Brown -

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON