Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

28 de agosto de 2010


"Porque se olhares em mim verás, 

não sou tão má quanto pensas; 

apenas não tão corajosa como imaginas,

pareço forte mais no fundo sou fraca, 

fera porém bela, as vezes chata mas

 no íntimo há sentimentos diversos; 

pareço metida porém se olhares em meu semblante

com seu coração verás humildade; 

depois me julgue, 

lembre-se, se me julgas pela aparencia, 

sou apenas o reflexo de sua ignorância."

(Clarice Lispector)


"E eis que de repente eles param e mudos,

 graves,  espantados se olham nos olhos: 

é que eles sabiam que um dia iriam amar." 

(Um Sopro de Vida - Clarice Lispector)

A VIDA NOS BOSQUES




“ Eu fui aos bosques porque queria viver deliberadamente, 
enfrentar somente os fatos essenciais da vida, e ver se não 
podia aprender o que ela tinha a me ensinar, e não, quando 
viesse a morrer, descobrir que não havia vivido.
Não queria viver o que não fosse vida, viver é tão bom; 
nem queria praticar a resignação, a menos que fosse 
realmente necessário.
Eu queria viver profundamente e sorver toda a 
essência da vida, viver violenta e espartanamente, 
de forma a derrotar tudo que não fosse vida, e reduzi-la aos seus mais 
simples termos e, se isso se provasse pobre, 
porque então alcançar a sua miséria completa e genuína, 
e anunciar esta miséria ao mundo; ou, se fosse sublime, 
conhecer de experiência, e ter condições de dar um relato 
fiel disto em minha próxima excursão. ”
Henry David Thoreau 

“ A natureza está, a todo momento, se
 esforçando ao máximo para o nosso bem. ”
(Thoreau )


 'Todas as coisas dependem de todas as outras 
para surgir, desenvolver e passar.'
( Buda )

27 de agosto de 2010

Imbolc - o crescimento da luz


Este Sabbath originou-se na antiga Irlanda, nas comemorações da
 Deusa Brighid, Brigid ou Brigith, homenageada como a "Noiva do Sol". 
Apesar de estarem no auge do inverno, este festival era dedicado ao 
aumento da luz e ao despertar das sementes enterradas na terra congelada. Na Roda do Ano, Imbolc é o oposto de Lughnasadh e festeja a Deusa como Donzela. Imbolc ocorre seis semanas após Yule, simbolizando a recuperação da Deusa após
 o parto da criança solar e sua transformação em Donzela jovem e cheia de vigor.  A Igreja Católica aproveitou o antigo significado pagão e
 transformou esta data na festa da Candelária, a Purificação de Maria. 
A própria Deusa Brighid foi cristianizada como Santa Brígida e seu 
santuário foi transformado em um mosteiro de monjas.
Brigidh ou Bride (pronuncia-se Bríd), era uma Deusa Tríplice, regente da Inspiração (arte, criatividade, poesia e profecia), da cura (ervas, medicina, cura espiritual e fertilidade) e da Metalurgia (ferreiros, ourives e artesãos). Por ser uma Deusa do Fogo, era homenageada com fogueiras, rodas solares, coroas de velas e rituais que despertavam ou ativavam o Fogo Criador. As lendas celtas descrevem-na como a Deusa em sua apresentação de Donzela tocando, com seu Bastão Mágico, a terra congelada pelo Cajado da Anciã, despertando-a para a vida e aumentando a luz do dia.O Sabbath Imbolc, cujo nome significa "apressar-se", celebrava o aumento da luz  e a derrota do inverno. Na véspera, todos os fogos e luzes eram apagados para serem reacesos, ritualisticamente, com as brasas das fogueiras dedicadas a Brigith. Neste dia, com a comemoração do Disting,
 os povos nórdicos "enterravam" a negatividade e as agruras do inverno, acendendo fogueiras nas encruzilhadas e purificavam a terra, salpicando sal e cinzas sobre ela.A versão romana deste Sabbath 
(que originou a Treguenda relativa na Bruxaria Italiana) era a 
Lupercália e os alegres festejos para as Deusas Frebua, Diana e Vênus.
Na maioria das Tradições da Wicca, nesta data, são feitas as
 Iniciações dos novos adeptos e as Confirmações das Sacerdotisas.
 Por ser Brigith uma Deusa da cura, padroeira das Fontes Sagradas,
] ela era invocada nos rituais de purificação e cura, sendo 
reverenciada nas Fontes a ela consagradas. Até hoje, em certos lugares da Grã-Bretanha e Irlanda, as pessoas amarram fitas ou pedaços de roupas nas árvores próximas às antigas Fontes Sagradas, atualmente
 dedicadas a Maria ou às santas católicas, orando para obter 
a cura de seus males.A atmosfera deste festival é marcada pelo despertar das sementes, dos novos planos e novos projetos, pela iniciação em um caminho espiritual ou em novas oportunidades, 
pela aceleração e renovação das energias, pela purificação e
 pelo renascimento  material ou espiritual, pela busca de 
presságios e pela preparação para sua realização.
Imbolc é uma data propícia para despertar a criatividade e 
abrir-se para a inspiração  por meio da poesia, canções, narrativas,
 desenho, cerâmica ou dança. 
Fonte: FAUR, Mirella. O Anuário da Grande Mãe: guia prático 
de rituais para celebrar a Deusa - São Paulo: Gaia, 1999.

26 de agosto de 2010

Libera-me




"Livrai-me, Senhor
De tudo o que for
Vazio de amor.

Que nunca me espere
Quem bem não me quer

Livrai-me também
De quem me detém
E graça não tem.
...

Libera-me.
(carlos-queiroz )

24 de agosto de 2010


"Se você crê em Deus

Erga as mãos para os céus

Numa prece

E agradeça ao Senhor

Você tem o amor

Que merece"
( Maria Bethânia)

Pois é..., a gente sempre tem o amor que merece.....

23 de agosto de 2010


"Não morra Vossa Mercê, meu amigo,
 mas tome meu conselho e viva muitos anos, 
porque a maior loucura que um homem pode fazer nesta vida é deixar-se morrer,
 sem mais nem menos, 
sem que ninguém o mate, 
nem dêem cabo dele outras mãos que não as da melancolia".



(Sancho Pança para D. Quixote)

20 de agosto de 2010

Curruira


A curruira está cantando no jardim, anunciando..., "já vem chegando a primavera..."

Canto Sagrado

"O rio está correndo, fluindo, crescendo
O rio está correndo de volta pro mar
Mãe Terra me leva - sempre criança
Mãe Terra me leva de volta pro mar"

  

19 de agosto de 2010

"Seus dois olhos vão se encontrar no infinito..."


"Amo tanto e de tanto amar
Acho que ela é bonita
Tem um olho sempre a boiar
E outro que agita

Tem um olho que não está
Meus olhares evita
E outro olho a me arregalar
Sua pepita

A metade do seu olhar
Está chamando pra luta, aflita
E metade quer madrugar
Na bodeguita

Se os seus olhos eu for cantar
Um seu olho me atura
E outro olho vai desmanchar
Toda a pintura

Ela pode rodopiar
E mudar de figura
A paloma do seu mirar
Virar miúra

É na soma do seu olhar
Que eu vou me conhecer inteiro
Se nasci pra enfrentar o mar
Ou faroleiro

Amo tanto e de tanto amar
Acho que ela acredita
Tem um olho a pestanejar
E outro me fita

Suas pernas vão me enroscar
Num balé esquisito
Seus dois olhos vão se encontrar
No infinito

Amo tanto e de tanto amar
Em Manágua temos um chico
Já pensamos em nos casar
Em Porto Rico"

( (...) sempre...Chico  )

18 de agosto de 2010


"...saiba que os poetas como os cegos podem ver na escuridão..."

(Choro Bandido - Chico Buarque)

12 de agosto de 2010


´Fico triste quando alguém me ofende,
mas, com certeza, eu ficaria mais
triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível!´
Chico Xavier

6 de agosto de 2010


"A autoconfiança do Guerreiro não é
a autoconfiança do homem comum.
O homem comum procura certeza aos olhos do observador
e chama a isso autoconfiança.
 O Guerreiro procura impecabilidade aos próprios olhos
e chama a isso humildade.
O homem comum está preso aos seus semelhantes,
enquanto o Guerreiro só está preso ao infinito."
(Carlos Castaneda)

5 de agosto de 2010

tempo de ipê amarelo (...)

Escudo do Sul


“Quando Tomamos 0 Xale, aprendemos que a Mãe Terra
ama todos os seus filhos e acolhe todos os que voltam para
casa, por mais desobedientes que tenham sido. Nos não estamos
aqui para curar a Mãe Terra; ela e capaz de se curar sozinha.
Nos estamos aqui para nos curarmos e assim podermos
descobrir os nossos papeis na Criação.”

( Jamie Sams)

Com imensa gratidão por este trabalho...

3 de agosto de 2010


"A mente nada mais é que desejos.
O coração não conhece desejos.
Você ficará surpreso ao saber que todos os desejos pertencem à cabeca.
O coração vive no presente, ele pulsa e bate no aqui e agora.
 Ele nada conhece a respeito do passado e do futuro.
Ele sempre está aqui e agora."
(Osho)

2 de agosto de 2010


"Eu nunca vi um animal selvagem sentir pena de si mesmo,
 Um passarinho cairá congelado e morto de um galho
sem nunca ter sentido pena de si mesmo. "
 D. H. Lawrence

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON