Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

8 de março de 2013

Rilke


"Procure entrar em si mesmo. Investigue o motivo que o manda escrever;
 examine se estende suas raízes pelos recantos mais profundos de sua alma; 
confesse a si mesmo: morreria, se lhe fosse vedado escrever? 
Isto acima de tudo: pergunte a si mesmo na hora mais tranqüila de sua noite
:"Sou mesmo forçado a escrever?" Escave dentro de si uma resposta profunda. 
Se for afirmativa, se puder contestar àquela pergunta severa por um forte e simples "sou", então construa a sua vida de acordo com esta necessidade. 
Sua vida, até em sua hora mais indiferente e anódina, deverá tornar-se o sinal e o testemunho de tal pressão. Aproxime-se então da natureza.
 Depois procure, como se fosse o primeiro homem, a dizer o que vê, vive,
 ama e perde. (...)"  
Rainer Maria Rilke



 

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON