Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

22 de abril de 2010

Sobre as macieras...


Com freqüência pergunto às pessoas: “qual a missão das macieiras?”.
Ao que, normalmente me respondem: “produzir maçãs”. Divirto-me muito com esta idéia...? As pessoas tem que encontrar uma "razão para viver", pois não conseguem perceber que a Vida é condição sine qua non do Sagrado...
Uma macieira um dia foi uma pequena semente que se aninhou no solo...A fertilidade da terra chama a vida para fora da sementinha, que se estica em direção ao céu... Uma macieira foi um pequeno broto que conheceu o Sol e que tocada pelo vento se expandiu... Uma macieira foi uma pequena arvore que conheceu os ciclos da natureza..., dormiu sob o estrelado céu do inverno, abrigou pássaros enamorados na primavera, sombreou a terra quente no verão, viu suas folhas caírem para fertilizar o solo no outono... E frutificará apenas em condições adequadas, em sua maturidade, em boas condições... Ou seja, o fruto é apenas a manifestação perfeita da macieira que frutifica por estar plena, e assim se oferta generosamente em troca fluida com a natureza ao seu redor... E assim são os homens....Não se deve pensar em missão para viver, mas em viver em plenitude e derramar-se para o mundo. Sendo este “sobrar” nunca uma obrigação, mas uma conseqüência natural da fartura que é “ser”... Sinto que a Deusa nos gera com Seus suspiros de amor.. .Somos como as maçãs, resultado da felicidade da Mãe Macieira... Iguais em nossa natureza sagrada, incrivelmente diferentes em nossa originalidade... Aquarela de cores e sons, agraciados com a Vida, com a missão apenas de existir plenamente em nossas singularidades.
Ainda que o "eu" não exista, senão em relação ao "outro", a relação em si não poderá ocorrer sem a feliz expressão deste "eu".
Que a Deusa das Coisas Livres e Singulares abençoe a todos!!
(gi)

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON