Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

20 de maio de 2011

fim do mundo...

 
Aceitar tanto a morte quanto o nascimento, 
como parte da vida, é tornar-se verdadeiramente vivo.
"Não desejar viver", disse Jung, "é sinônimo de não querer morrer.
 Vir a ser e deixar de existir são a mesma curva". [C. G. Jung, Psychological Reflectian,].
 E mais: "Quem quer que não acompanhe essa curva permanece 
suspenso no ar e fica paralisado. A partir da meia-idade,
 só permanece vivo quem está disposto a morrer com a vida."
 [C. G. Jung, citado por Kristine Mann em "The Shadow of Death"]
Sim, todo dia é "fim do mundo" para alguém...
Deste mundo não levaremos nada,
no entanto nos concentramos em acumular...Acumulamos coisas, pessoas, mágoas, 
certezas, seguranças, crenças, rancores, vaidades, orgulho...
Na maioria das vezes só nos falta a vida que inexoravelmente
nos escapa...Portanto honremos a vida, pois todo dia é "fim do mundo"
para alguém...

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON