Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

27 de fevereiro de 2010

Jean Shinoda Bolen


"Viemos a um mundo voltado para o poder procurando ser amados. Precisamos de outras
pessoas, que podem nos proteger ou ferir, favorecer o nosso crescimento ou prejudicá-lo, fazer com que nos sintamos seguros e inerentemente dignos ou nos encher de dúvidas e de
autocondenações. Trazemos uma capacidade humana inerente de amar os outros e de nos
sentirmos bem com relação a nós mesmos quando amamos de fato e amamos aquilo que
fazemos. A autenticidade e a integridade ou harmonia interior vinculam-se a escolhas feitas a
partir de quem somos e do que amamos. Depressões, ansiedades, loucura, falta de auto-estima, sensações de falta de sentido, violência e apegos e vícios que aliviam a dor, mas criam mais dores, surgem quando não vivenciamos a nós mesmos como pessoas que têm escolha, quando não podemos amar, quando nos vemos divididos por facções interiores adversárias, quando temos medo e suprimimos aquilo que realmente sentimos ou temos medo de reconhecer como verdadeiro. A cura começa com o reconhecimento da verdade da nossa condição."
( O Anel do Poder)


SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON