Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

18 de fevereiro de 2010

Eu Sou o Silêncio


"Certa vez conheci um velho muito velho, que
morrendo me dizia:

- Nem bem acabo de chegar aqui, ejá me encontro
voltando; quando me dei conta do que É, tive
tempo apenas pra escrever um versinho a mais.
E me deu um papelzinho. Nele estava escrito:
"- Avida é um vaso frágil e delicado. E se você não
interferir, não julgar, não interpretar, não
direcionar, ela continuará a ser exatamente o que já
é. Um vaso frágil e delicado que jamais partirá. Pois
a eternidade é o estado natural da vida."
E o velhinho transcendeu completamente. E a sua
ausência, que ficou em meu CORAÇÃO, me trouxe
a DIVINA COMPREENSÃO de perceber clara e
evidentemente que não há nada mais PRESENTE,
CONSTANTE, ENTREGUE, CONSCIENTE E
SEMPRE, DO QUE O SILÊNCIO, MEU ÚNICO
MESTRE!"
( de : Mahalila- As sincronias da vida no jogo do Eu Sou - Uan )

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON