Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

29 de junho de 2014

A Apanhadora de Sonhos

           Os Ventos dos Quatro Cantos do Mundo, sopravam em seus ouvidos os sonhos      das criaturas da terra. Ela passou a recolher-lhes os sonhos todas as manhãs, ainda antes do inicio dos tempos, quando se apercebeu do fato deles andarem soltos pelo dia...Sonhos perdidos...Os que mais lhe comoviam eram os sonhos das crianças – sonhos de criança são cintilantes e coloridos..., de cores que não tem nomes, cheios de sentido e poder...São sonhos tão grandes que mal cabem nos seus pequenos corpos...e quando são sonhos ruins, as possuem de tal forma que elas perdem a noção de sonhar e acordar... Já os sonhos dos adultos, são sonhos podados, com no máximo algumas cores, às vezes preto e branco...Pessoas adultas sonham com o possível, sonham com coisas que gostariam de fazer, sonham com coisas que acreditam que tem por fazer...Mas nunca com o inusitado, inominado, imaginado, inventado...Por isso Ela recolhe os sonhos que em seu ventre se transformam em borboletas, vaga-lumes, grilos, vespas...Depende..De que cor são seus sonhos°?
Gislaine Carvalho Rodrigues

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON