Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

21 de outubro de 2011

Bakhtin diz:

"Tudo o que me diz respeito, a começar por meu nome, 
e que penetra em minha consciência, vem-me do mundo exterior, 
da boca dos outros (da mãe), etc, e me é dado com a entonação, 
com o tom emotivo dos valores deles. Tomo consciência de mim, 
originalmente, através dos outros: deles recebo a palavra, a forma e o tom que servirão a formação original da representação que terei de mim mesmo. [....] 
Assim como o corpo se forma originalmente dentro do seio (do corpo) materno, 
a consciência do homem desperta envolta na consciência do outro."
Arthier-Revuz (consoante com Bakhtin) afirma que "nenhuma palavra é  neutra, mas inevitavelmente , carregada, ocupada,  habitada, atravessada  pelos discursos nos quais viveu sua existência socialmente sustentada".

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON