Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

12 de janeiro de 2012

ninguéns...



Os ninguem: os filhos de ninguem, os donos de nada
Os ninguem: os nenhuns, nenhunhados, correndo como lebres, morrendo na vida, fodidos, refodidos
que são, embora não sejam
Que não falam idiomas, mas dialetos
Que não professam religiões, mas superstições
Que não fazem arte, mas artesanato
Que não praticam cultura, mas folclore
Que não são seres humanos, mas recursos humanos
Que não têm rosto, mas braços
Que não tem nome, mas número
Que não figuram na História Universal, mas nas paginas policiais na imprensa local
Os ninguem custam menos que a bala que os mata"

(Eduardo Galeano. Seis historias de vida de mujeres narradas por ellas mismas. Buenos Aires, 1994)

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON