Era uma vez...

E como encontraram
Tal qual encontrei
Assim me contaram
Assim vos contei...

12 de setembro de 2011

"Estou vivo e é por isso que o peito se desmancha contemplando, 
o coração é que contempla o mundo e absorve matéria do infinito, 
eu contemplando sou uma única e solitária visão, 
no entanto soma-se a mim o indescritível e único ser do outro, 
um contorno poderoso, uma outra vastidão de corpos, 
frescor e sofrimento, mergulho no hálito de tudo que contemplo, 
sou eu-teu-corpo ali, lançado às estrelas, sou no infinito, 
sou em tudo por que meu coração-pensamento existe em tumulto, espanto, 
piedade, te sabe, te contempla".

Hilda Hilst

SOBRE DIREITOS AUTORAIS

As fotos, figuras, textos, frases visualizadas neste blog, são de autorias diversas. Em alguns casos não foram atribuidos os créditos devidos por ignorância a respeito de sua procedência. Se alguém tiver
alguma objeção ou observação por favor contatar-me.
Namastê























CURRENT MOON